Pesquisa personalizada

terça-feira, 19 de julho de 2011

CADA ESCOLHA, UMA RENÚNCIA



 OLá meninaaaaasssss!!! Faz tempo que não escrevo aqui... total relapsa. Confesso que estava numa correria e as idéias para post não vinham, sabe?? Fiquei com branqueira de post!! srsrsrssrsrsr

Mas a inspiração voltou por conta de um email que recebi.  Um desabafo de uma mãe, que assim como eu, parou de trabalhar para cuidar do seu pequeno.

Sabe, quem tem a chance e opta por dar uma pausa para ficar com o baby não deve, nem pode ser considerada "madame". Ninguém parou de trabalhar para passar o dia inteiro numa academia ou fazendo compras, nada disso.... Paramos por opção e muitas vezes por necessidade. Eu mesma posso dizer que parei pelo misto dos dois.

Moro em SP mas sou de Santos. Aqui em SP não tenho ninguém para me ajudar. Minha mamis sempre que pode está presente, o que me ajuda muito. Mas ela não mora aqui. Não está disponível todos os dias (eu ia amar se tivesse.. srrsrsrss). Eu não curtia muito meu trabalho. Juntou tudo isso e não me vi fazendo outra escolha a não ser ficar com minha filha. Graças a Deus pude ter essa atitude.

Mas hoje, a sociedade encara uma escolha como essa como "ultrapassada". Não concordo com essa opinião e acho que nem vale a discussão. Mas cada um tem um pensamento e não se pode impor seus valores para todos.

Acho o seguinte, se eu fizesse algo que gostasse e tivesse flexibilidade, talvez não tivesse parado. Digo talvez porque não enfrentei essa situação e só consigo me enxergar e opiniar pela situação que vivo.

E posso dizer que minha escolha me surpreendeu. Me sinto ativa, feliz, útil em cuidar da minha filha, do meu marido e da minha casa. Me sinto completa e sem nenhum tipo de remorso. Sinto realização em minha nova profissão.. srsrsrsrsrsrsrrsrs. E ela é cansativa. As vezes me sinto mais cansada do que no meu antigo emprego de escritório. Simplesmente porque não paro.

E esse não parar também me rende idéias. E ai que surgem as oportunidades.

Não levanto bandeira de que mulher tem que parar de trabalhar para cuidar do filho. De forma alguma. Eu defendo a livre escolha da mulher. E qualquer que seja a opção, ela deve ser respeitada e admirada, independente do que ela teve que renunciar. Porque, sejamos um pouco feministas, a mulher se adapta a qualquer situação, aprende tudo rapidinho e desenvolve, qualquer que seja sua função, de forma brilhante. Eu tiro o chapéu para gente!! hahahahhahahaah

Então, se vc parou de trabalhar, não ligue nem tema o rótulo de "madame". Isso sim é pensamento ultrapassado. Quem vive essa situação sabe que de mamade não temos nada, né??

Beijossss para todas e boa semana. Prometo que agora to bem inspirada e a fase "branqueira" acabou.

7 comentários:

  1. apoiada total, quem pensa q somos madames so pode ser doidoooo!!
    Vou p sp este fds.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi GURIAZINHA!!! QUEM DISSER QUE DONA DE CASA É SER MADAME NÃO TEM NOÇÃO DO PERIGO, FALA SÉRIO!!! ESTOU DE LICENÇA CUIDANDO DA MINHA SEGUNDA PEQUENA, A MARTINA, E CUIDANDO DA MINHA CASA. SINCERAENTE: QNDO TRABALHAVA CANSAVA BEEEM MENOS. APOIO A TUUA ESCOLHA, INFELIZMENTE NÃO TEREI ESSA POSSIBILIDADE POIS SOU PÃE (PAI + MÃE) DE DUAS BELEZURAS, ISABELA, DE 4 ANOS, E MARTINA, DE 3 MESES. BJO
    DÁ UMA OLHADA NO MEU BLOG E ME DA UMA OPINIÃO TÁ BEM?
    BJ

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamenteeee. Vou diminuir minha carga horaria ao maximo para cuidar do Erik e nem por isso serei folgada ou terei tempo de sobra....é uma sacanagem acharem isso. Dp vou postar isso no meu blog tb
    bjss

    ResponderExcluir
  4. Oi querida.
    Eu fiquei um ano com a Amanda em casa, tive oportunidade e consegui um acordo bacana com a empresa que trabalhava.
    Ja agora com Alice e o marido que esta comecando no mercado de trabalho novamente... nao sei se terei como fazer isso...
    MAs eu me sinto mto feliz por ter parado para estar junto com a Amanda a cada descoberta, podendo amamentar ate os 9 meses - ela que nao qus mais depois - o que me incomodava um pouco, nao foi o titulo de madame... mas foi o jeito que as pessoas tratam as consideradas "do lar".
    INACREDITAVEL - isso sim.
    bjos e boa semana

    ResponderExcluir
  5. Que madame o que.....mãe em tempo integral com orgulho isso sim !!!!!

    ResponderExcluir
  6. Mães que cuidam, zelam, brincam, e tudo o mais que temos que fazer para e com nossos filhos chamadas de madames??!!

    Bjs

    Sil

    ResponderExcluir
  7. Eu descobri uma vocação que nem imaginava que tinha, estou amando cuidar da minha filha, acompanhar o desenvolvimento dela e fazer parte de todas suas conquistas, pararia de trabalhar fora de casa mais umas mil vezes para viver isso, me sinto super realizada.
    bjs

    ResponderExcluir

Deixe seu coments aqui :-))